Scroll Retomada após a COVID-19: como fazer a transição para o novo normal Saiba mais aqui arrow-right

Glossário Sob Demanda

Conheça os termos mais usados no Transporte Sob Demanda e o seu significado.

Acessibilidade

A extensão em que os serviços de transporte e sua estruturas podem ser usados por todos, em especial para pessoas com deficiência.

Análise de lacunas

Análise do sistema de trânsito com o objetivo de identificar lacunas no transporte público. As lacunas descobertas podem ser áreas não atendidas ou mal atendidas (desertos de transporte), áreas super atendidas (oásis de transporte) ou horários específicos onde a demanda por trânsito é muito maior do que a oferta disponível.

Aplicativo Co-Branded

O app co-branded do Moovit permite que operadores de transportes, prefeituras e governos locais e empresas ganhem acesso instantâneo a milhões dos nossos usuários altamente engajados, e à ferramentas para ajudá-los a aumentar o número de passageiros e a satisfação dos clientes, ao usar seu logotipo no app do Moovit. O aplicativo associado à marca ficará visível para qualquer usuário que entrar na área coberta. A solução de aplicativo co-branded é baseada no app do Moovit para iOS e Android, que fornece interface e experiência do usuário detalhadas. Os usuários podem acessar os dados de trânsito do Moovit, e os parceiros recebem informações sobre demanda, comportamento do usuário e desempenho do serviço.

Aplicativo do motorista

Em serviços sob demanda, o aplicativo do motorista oferece navegação em tempo real para os condutores de frota, permitindo o pronto embarque e desembarque dos passageiros. O aplicativo do motorista para Transporte Sob Demanda Moovit também permite a comunicação segura entre os motoristas e o centro de operações para solicitações de pausa, resolução de problemas e muito mais.

App dos Passageiros

Refere-se a um aplicativo sob demanda usado pelos passageiros, onde eles podem reservar sua corrida. Frequentemente, o aplicativo do passageiro oferece rastreamento em tempo real da viagem antes e durante a viagem específica, e permite que o passageiro pague por sua viagem também. Com o Transporte Sob Demanda Moovit, o aplicativo para passageiros também permite que o piloto planeje viagens multimodais.

App White Label

Um App White Label é um aplicativo específico desenvolvido para ser renomeado e revendido. O White Label do Moovit fornece um app para todas as necessidades de mobilidade, com a marca de um opereador de transporte público ou da cidade. A solução White Label do Moovit é baseada no app do Moovit e tem o suporte do ecossistema de servidores, atendendo a centenas de milhões de usuários em todo o mundo, com tempo de inatividade zero. As alterações no nome e na identidade visual do aplicativo são personalizadas de acordo com as necessidades do cliente, com base em templates.

AVL (Automatic Vehicle Location)

Um meio via GPS para obter dados em tempo real da localização de um veículo. Com essas informações, decisões sobre a organização e operação da frota podem ser tomadas.

Bilhetagem eletrônica móvel

Capacidade dos passageiros de transporte público de solicitar, pagar, e obter e/ou validar bilhetes usando telefones celulares, sem a necessidade de um bilhete físico.

Corner-to-Corner

Refere-se a um serviço de mobilidade que coleta e deixa passageiros em locais próximos e predeterminados – ou Paradas Virtuais – perto de seus pontos de embarque e desembarque, o que aumenta a eficiência do serviço. Veja Parada Virtual.

Crowdsourcing

Prática de utilizar a “sabedoria da multidão” de um grande grupo de participantes para um objetivo comum, incluindo inovação, resolução de problemas e eficiência. A coleta de dados crowdsourced é um método participativo de construir um conjunto de dados a partir desse conhecimento, como os dados que o Moovit recebe dos Mooviters.

Demand-Responsive Transport (DRT)

Termo para Transporte Sob Demanda frequentemente usado no Reino Unido e às vezes na Austrália. Consulte Transporte Sob Demanda.

Deserto de Transporte

Área em que a oferta de transporte público não atende à demanda.

Dial-a-Ride

Nome popular para serviços de DRT, geralmente operados em comunidades rurais ou suburbanas de baixa densidade. Os serviços de ligação geralmente exigem reserva por telefone, às vezes com um dia ou mais de antecedência. Eles podem ser abertos ao público em geral ou restritos a idosos e/ou pessoas com deficiências, mas geralmente são distintos do paratransito complementar.

Dispatcher

No transporte público, os dispatchers servem como centro de controle das operações para garantir a disponibilidade de serviço todos os dias. Os dispatchers têm a responsabilidade de garantir que o serviço programado para o dia seja efetivamente realizado, atuar como a principal fonte de orientação para os motoristas de ônibus, coordenar a resposta e resolução para todos os incidentes que possam ocorre e garantir a segurança, proteção e desempenho do sistema de ônibus.

Distrito Comercial

Áreas comerciais e/ou de negócios que frequentemente sofrem com congestionamento e problemas de estacionamento. Os serviços sob demanda podem ajudar a resolver esses desafios para as empresas, oferecendo aos funcionários serviços de mobilidade eficientes que reduzem o uso de carros particulares, diminuindo assim o congestionamento e os problemas de estacionamento.

GTFS (General Transit Feed Specification)

Refere-se ao formato de dados abertos e estáticos para horários de transporte público e informações geográficas associadas, mais comumente usados ​​no setor.

GTFS-RT (General Transit Feed Specification Realtime)

Refere-se a uma especificação de feed que permite que operadores de transporte público forneçam atualizações em tempo real sobre sua frota, incluindo atualizações da viagem, alertas de serviço e posição e lotação de veículos para desenvolvedores de aplicativos.

Headway

O intervalo de tempo entre os veículos em um determinado local. Por exemplo, um intervalo de 30 minutos significa que o ônibus chegará a uma parada específica a cada 30 minutos.

MaaS (Mobilidade como um Serviço)

Um tipo de serviço que permite aos usuários planejar, reservar e pagar por vários tipos de serviços de mobilidade. O conceito é uma mudança dos meios de transporte próprios para a mobilidade fornecida como um serviço. Isso é possível combinando serviços/provedores de transporte público e privado por meio de uma plataforma (ex: o app Moovit) que gerencia a viagem e onde os usuários podem pagar com uma única conta.

Many-to-Many

Subconjunto de tipos de transporte responsivo à demanda. Pegando passageiros sob demanda em vários locais e levando-os a destinos distintos. Os exemplos incluem Paratransit e soluções de primeira/última milha. (Veja também Many-to-One e One-to-Many)

Many-to-One

Subconjunto de tipos de transporte responsivo à demanda. Pegar passageiros em vários locais e deixá-los em um local definido (ou um) predefinido. (Veja também One-to-Many e Many-to-Many)

Micromobilidade

Variedade de veículos pequenos e leves projetados para uso individual. Por exemplo, patinetes elétricas, bicicletas elétricas, bicicletas, patinetes tradicionais e afins.

Microtransito

ver Transporte sob Demanda

Mobilidade Sob Demanda (MOD)

Consulte Transporte Sob Demanda

Mobilidade compartilhada

Serviços de transporte que são compartilhados entre os usuários, simultaneamente ou um após o outro. Isso inclui transporte público; micromobilidade (compartilhamento de bicicletas, compartilhamento de patinetes); modos baseados em carros (carsharing, ride-hailing e sob demanda); e modos baseados no deslocamento diário ou carona compartilhada (carona solidária e carpool).

MUMA (Análise de Mobilidade Urbana do Moovit)

O Moovit reúne seis bilhões de pontos de dados por dia, possui e opera o maior repositório de dados de transporte público e mobilidade do mundo. Usando esses dados, o Moovit é capaz de fornecer insights sobre onde, quando e como as pessoas se movem nas cidades. Isto ajuda a facilitar decisões baseadas em dados para os desafios diários da mobilidade urbana, a fim de planejar e compreender as tendências de mobilidade com maior precisão.
A ferramenta do MUMA combina diversas fontes de dados, incluindo dados anônimos agregados de milhões de usuários do Moovit, com algoritmos avançados para fornecer informações detalhadas sobre como as pessoas circulam nas cidades. Os relatórios de análise de mobilidade urbana do Moovit incluem relatórios de zona, relatórios de linha de trânsito, relatórios de estação de trânsito e relatórios de terminal de transferência.

Nível de Serviço

Métrica qualitativa que avalia a qualidade dos serviços de trânsito.

Oásis de Transporte

Área em que a oferta de transporte público supera a demanda.

One-to-Many

Subconjunto de tipos de transporte responsivo à demanda. Nesse tipo de esquema de DRT, os passageiros são recolhidos em um ponto de embarque fixo e levados para destinos distintos.

OTP (On Time Performance)

A medida de sucesso de um veículo de transporte público que permanece no seu cronograma. É definido como um veículo que chega, passa ou sai de um ponto predeterminado ao longo do seu itinerário em um período de tempo que não é mais do que x minutos antes e não mais do que y minutos depois de um horário programado.

Painel de Controle

O Painel de Controle do Transporte Sob Demanda Moovit permite aos operadores e outras partes interessadas monitorar viagens e gerenciar motoristas, adicionar reservas de chamadas à distribuição automática, ver informações em tempo real sobre os níveis de serviço, e investigar incidentes e muito mais no histórico.

Parada Virtual

Local usado como uma potencial “parada” em serviços de mobilidade de ponta a ponta. Podem ser uma parada de ônibus ou qualquer outro local identificável, como uma loja, uma esquina, etc.

Paratransit

Transporte para pessoas com deficiência que não podem usar o serviço regular de transporte público de rota fixa. O paratransit geralmente fornece serviço porta a porta para pessoas que reservam uma viagem. A maioria dos veículos paratransit são equipados com elevadores para cadeiras de rodas ou rampas.

Planejamento de viagem multimodal

Capacidade tecnológica, geralmente oferecida em um app ou site,

para exibir todas as opções de transporte disponíveis nas proximidades. Os planejadores multimodais de viagens permitem que os usuários escolham o modo ou modos mais adequados com base em critérios que incluem hora, hora de chegada e/ou partida, origem e destino.

Primeira/Última Milha

Descreve o início e o fim da rota em transporte público de um indivíduo. Em muitos casos, antes ou depois de usar transporte público, a pessoa precisará caminhar ou usar um segundo meio de transporte para acessar o transporte público ou para chegar ao seu destino final.

Resposta flexível por demanda

Modelo de serviço sob demanda que oferece viagens baseadas em embarques e desembarques em locais comuns. Neste modelo, não há rota ou horário pré-determinado, mas uma área de serviço definida na qual todos os embarques e desembarques devem ser feitas. O outro modelo de serviço é o Smart Shuttles.

Rotas dinâmicas

As rotas dinâmicas, ao contrário das rotas fixas, não têm um itinerário ou horário predeterminado; em vez disso, operam com base na localização da demanda do passageiro. Uma rota dinâmica pode ser restrita a uma determinada zona de serviço, garantindo que todas as viagens comecem e terminem na zona, e também pode ser restrita a certas horas. Os serviços sob demanda usam rotas dinâmicas.

Rota fixa

os sistemas de trânsito de rota fixa operam veículos ao longo de itinerários predeterminados de acordo com uma programação predeterminada, recolhendo e deixando passageiros em paradas designadas ao longo da rota.

Rota flexível

Rotas com veículos em um itinerário predeterminado que pode ser ligeiramente desviado para ajudar a trazer mais passageiros, especialmente idosos e deficientes, para a rede de transporte público. Normalmente, os embarques desviados precisam ser solicitados com antecedência.

Serviço Alimentador

Serviços de ônibus alimentadores buscam passageiros e os levam a um ponto de transferência, geralmente um terminal de transporte público próximo, de onde eles fazem uma jornada até o destino final. Os serviços sob demanda podem substituir as rotas alimentadoras ineficientes ou subutilizadas por um serviço dinâmico e mais eficiente.

Shuttle Corporativo

Tipo de serviço de transporte que busca os funcionários em suas casas ou nas proximidades e os leva até seus locais de trabalho. Este serviço é frequentemente prestado pela empresa ou por um grupo de empresas localizadas no mesmo complexo empresarial. Seus objetivos geralmente incluem a redução do congestionamento, a redução da necessidade de vagas de estacionamento e custos relacionados, e o aumento da produtividade e satisfação dos funcionários. Também chamado de Transporte Corporativo.

Shuttle para Universidades e Escolas

Um serviço de transporte oferecido por escolas e universidades para circulação segura e conveniente de e para a instituição e áreas adjacentes. Os objetivos do Shuttle para Universidades e Escolas geralmente incluem a redução do congestionamento, oferecendo conectividade na primeira/última milha para terminais de transporte público próximos e mantendo os alunos e professores seguros.

Simulação

Uma revisão analítica para avaliar o desempenho de um novo serviço de mobilidade em uma área em potencial, testando diversos cenários a fim de identificar a opção ideal para o novo serviço. Os parâmetros de simulação usados ​​pelo Transporte Sob Demanda Moovit incluem área de serviço, tamanho da frota, potencial de embarques e parâmetros de nível de serviço, como tempo de espera, número de passageiros, custo por viagem e muito mais.

Smart Shuttle

Um modelo de serviço sob demanda que oferece viagens pré-agendadas, com itinerários fixos e coletas com base na demanda. O outro modelo de serviço é a Resposta à Demanda Flexível.

ToD (Transit On-Demand)

Consulte Transporte Sob Demanda

Transporte comunitário

Termo muito usado no Reino Unido (Community Transport) que descreve os serviços de mobilidade fornecidos para a comunidade local em resposta às necessidades de deslocamento. Administrados principalmente como organizações sem fins lucrativos, costuma usar voluntários ​​para ajudar a gerenciar e oferecer serviços de mobilidade.

Transporte Curb-to-Curb

Refere-se a um tipo de serviço de mobilidade que busca e entrega passageiros no meio-fio ou na beira da estrada, diferentemente do serviço porta-a-porta. A assistência ao passageiro geralmente é prestada apenas para embarque e desembarque.

Transporte Porta a Porta

Refere-se a um tipo de serviço de mobilidade que inclui o motorista ajudando o passageiro a entrar e sair do veículo. Os serviços de Paratransit e NEMT geralmente oferecem transporte porta a porta.

Transporte de funcionários

Veja Shuttle Corporativo.

Transporte Sob Demanda

Refere-se ao transporte compartilhado flexível, onde os veículos alteram suas rotas e/ou horários com base na demanda do passageiro, em vez de usar uma rota ou horário fixo. Serviços modernos sob demanda, como o Transporte Sob Demanda Moovit, potencializam o transporte público para oferecer reservas de passageiros por meio de um app móvel, uma plataforma de operações digitalizadas e um aplicativo para que os motoristas naveguem facilmente em suas rotas.

Os serviços sob demanda podem usar qualquer tipo de veículo. Normalmente são administrados por municípios ou operadores de transporte público, mas também podem ser usados de forma privada. Os serviços de transporte sob demanda são frequentemente criados para atender comunidades não atendidas ou mal atendidas. Também podem ser usados ​​para aumentar o nível de serviço em áreas urbanas durante picos de demanda ou para oferecer serviços noturnos. O transporte sob demanda oferece a flexibilidade e conveniência de um táxi com as características econômicas e compartilhadas de um ônibus.

Trip Brokering

Capacidade de uma solução sob demanda corresponder automaticamente às solicitações de viagens para operadoras terceirizadas. Isso acontece durante os períodos em que a demanda ofusca a oferta. A estratégia garante que os passageiros sempre usem o serviço em tempo hábil e ajuda o operador sob demanda a gerenciar os picos de demanda sem adicionar mais veículos à frota.

Veículo autônomo

Um veículo autônomo é capaz de detectar seu ambiente e operar sem um motorista humano. A Society of Automotive Engineers (SAE) definiu 5 níveis de automação de direção, que vão do Nível 0 (totalmente manual) ao Nível 5 (totalmente autônomo). Também conhecido como veículos com direção autônoma ou sem motorista.

Viagem multimodal/intermodal

Fazer uma única viagem usando vários meios de transporte. Por exemplo, ir de bicicleta até a estação de trem, pegar um trem e terminar a rota com uma viagem de ônibus.

VLS (Vehicle Location System)

Sistema de localização de veículos, também conhecido como sistema de rastreamento de veículos, que combina o uso de localização automática com software que coleta dados da frota. Normalmente usa tecnologia GPS para localizar o veículo.

WAV (Wheelchair Accessible Vehicles)

Veículos equipados para transportar passageiros em cadeiras de rodas com segurança.